A Panuse atua no mercado atacadista de roupas desde 13 de Fevereiro de 1968; portanto, são 46 anos oferecendo as últimas novidades em moda jeans, sempre combinando tecidos e aviamentos de qualidade com um preço acessível sem esquecer do conforto e da beleza que só o jeans pode proporcionar.

Desde 1968 (ano em que a Panuse começou a atuar no mercado) o país e o mundo passaram por crises, mudanças de moedas e comportamentos, e muitos outros acontecimentos que mudaram a história, mas a única coisa que não mudou foi a paixão das pessoas pela ousadia e versatilidade do jeans, passando de geração a geração.

Em 1850, o jeans vestia os mineradores dos Estados Unidos por ser um tecido extremamente forte e resistente, os rebites de reforço foram introduzidos em 1873 e se tratavam de tachinhas de cobre que eram utilizadas para dar uma maior resistência aos bolsos que não estavam resistindo ao peso colocados neles.

O jeans já teve uma reputação rebelde, sendo utilizado por cowboys do asfalto com suas Harley-Davidsons. Elvis Presley em 1957 já usava seu jeans, e desde então rock e jeans são inseparáveis. Marilyn Monroe também usava jeans, mostrando como o jeans poderia ser sexy.

Há o aparecimento do movimento hippie e eles adoravam o jeans pois além de não ser caro, era extremamente funcional. Jaquetas e calças jeans viraram febre para uma juventude independente que se reunia e celebrava seu estilo de vida em festivais de rock como Woodstock.
Desde sua invenção, o jeans vestiu trabalhadores, passando por cowboys e jovens rebeldes até o estilo mais sexy e requintado.

A Panuse acredita que hoje o jeans é uma roupa universal (o uniforme do século XXI) e é por isso que a Panuse continua investindo no desenvolvimento e na criação de peças arrojadas, com uma modelagem impecável e variada (desde a cintura baixa para adolescentes até a cintura alta para senhoras). A Panuse está sempre atenta à novos estilos e comportamentos, traduzindo assim, um estilo próprio em nossas coleções.